terça-feira, 27 de maio de 2008

O toque do amor


Por: Silvia Helena Cardoso
Um abraço não é afetado pela idade, raça e nações. Ele pode dizer: "Eu te amo"
Durante nossas vidas, nós aprendemos que o toque carinhoso nos faz bem. As crianças instintivamente correm para suas mães quando estão com saudades ou quando estão felizes por alguma coisa. Elas também correm para abraçar a mãe quando quer que necessitem de apoio e proteção (dor, ferimentos ou medos). Os adultos também se abraçam para amenizar medos, dor e insegurança.
O abraço é um forte sentimento de afeto. É uma forma de intimidade física. Ele pode significar muito, e muitas coisas ao mesmo tempo. É uma forma de repartir as coisas boas e ruins da vida. Ele pode criar conexões que não podem ser expressas em palavras.
Os humanos não têm monopólio sobre o abraço
O abraço não é único aos seres humanos. Os animais se abraçam ente eles pelas mesmas razões que as pessoas o fazem, isto é, em sinal de afeto, proteção e conforto.



Abraço em animais: troca de carinho por afeto, suporte e conforto.
Humanos e não humanos: ligação saudável
Está se sentindo triste ou sozinho? Abrace um cão ou qualquer outro animal de estimação. Os donos de animais de estimação afirmam frequentemente que seus animais o fazem sentir bem.
Estudos mostram que os donos de animais de estimação vivem mais e se sentem menos sós dos que os que não têm; crianças que têm animais em casa têm maior auto-estima. Pesquisas também sugerem que estar próximo de um animal alivia o estresse e diminui a pressão sanguínea e freqüência cardíaca. Os animais também oferecem suporte social para pessoas inválidas ou solitárias, melhorando a saúde mental.



Afeto entre pessoas e animais expressas pelo abraço
Tudo o que o ser humano faz, tem uma função e o abraço não é uma exceção. Nós necessitamos construir estruturas sociais tais como amor pelo filho ou cônjuge, amizade, auto-estima, a fim de viver bem em nossa sociedade, e a evolução selecionou o abraço como um dispositivo para promover ligação.
Abraçar é agradável não somente para o nosso bem-estar, mas é também necessário para a boa saúde. O contato físico desta natureza é associado com efeitos cardioprotetores. O abraço pode ajudar a restabelecer a resposta fisiológica aos inevitáveis estressores. Se o abraço causa tantos benefícios, podemos pensar em meios de utilizá-los para o benefício das pessoas e de nós mesmos. O abraço fertiliza não somente as relações pessoais, mas também o espírito humano. Estes são tipos de comportamento que nos deixa alegres, nos faz sentir bem, aumentar nossa auto-estima, ter a sensação de conforto e proteção. Se procurarmos prestar mais atenção em nossas emoções positivas e comportamentos, podemos criar situações que nos permita fazer isso mais vezes e desta forma estaremos contribuindo para construir um mundo melhor. E o abraço é grande parte disso.

2 comentários:

Anônimo disse...

Ouxe...sweet! :)

No céu é sempre domingo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.